Biomas Terrestres


Os biomas são um conjunto de fatores naturais que caracterizam um lugar. No mundo, temos uma grande variedade, entre os principais temos a tundra, taiga, florestas temperadas, desertos, savanas, estepes (pradarias) e florestas tropicais.

TUNDRA

Localizado em zonas extremamente frias, geralmente dentro do Círculo Polar Ártico, a Tundra sobrevive com vegetações que aguentam situações de frio absoluto. Nessas regiões a neve costuma recobrir o solo quase o ano todo. Nos curtos períodos de verões (que não passam os 10ºC), germinam plantas que tem períodos de vida curtos, geralmente musgos e líquens.

TAIGA

Também chamada de Floresta Boreal, a Taiga é encontrada em lugares frios, porém não tão extremos quanto a tundra, como no sul da Groenlândia e partes da península Escandinávia. É caracterizada por uma floresta homogenia, onde é possível encontrarmos árvores coníferas, como pinheiros e abetos, além de vegetação rasteira em menor proporção. A pluviosidade costuma ser baixa. A fauna é representada, entre outros, por alces, lobos e linces. As folhas são aciculifoliadas, de forma fina e pontuda para não acumular neve, que geralmente caem nos invernos.

FLORESTAS TEMPERADAS

Este bioma apresenta chuvas e estações bem definidas. Localiza-se principalmente em regiões temperadas do hemisfério norte, como parte dos EUA, Europa e extremo oriente. É possível encontrar esquilos, veados, ursos, entre outros animais. As árvores desta floresta são formadas por nogueiras, carvalhos e faias, as chamadas árvores dicotiledôneas. Uma característica desta floresta é sua perda de folhas em certas estações do ano, onde as árvores adquirem coloração diferente.

DESERTOS E SEMI-DESERTOS

Os desertos são conhecidos por suas temperaturas extremas, calor intenso no dia e muito frio a noite. A vegetação é preparada para tais situações extremas, são as plantas xerófilas, como cactos e arbustos secos, que tem como característica folhagens cobertas por espinhos ou ceras. Estas plantas tem grande capacidade de retenção de água, sobrevivendo ao solo pobre.


O grande contraste na temperatura está justamente na pouca vegetação. Sendo assim, não existe a retenção do calor do dia, fazendo as noites serem tão frias.

SAVANA

As savanas são compostas por vegetações rasteiras, árvores esparsadas e gramíneas. É um bioma muito rico, com presença de muitos animais selvagens, como leões, zebras e elefantes, no caso da savana africana, além de uma grande população de insetos. O cerrado, bem conhecido no Brasil, é um tipo de savana.

ESTEPES (PRADARIA)

Caracterizado por ser um bioma seco, porém frio, as estepes apresentam vegetação herbácea (solo parcialmente descoberto), composta por gramíneas e pequenos bosques. Os animais que habitam esta área são basicamente mamíferos que vivem em conjunto, como búfalos e ratos do campo. No Brasil, as estepes são chamadas de pampas ou campos.

Há autores que costumam separar Pradarias de Estepes, já que a primeira costuma ser mais úmida que a segunda. Neste tipo de classificação, o Pampa seria considerado uma Pradaria, não uma Estepe.

FLORESTAS TROPICAIS

Também chamadas de florestas pluviais, as florestas tropicais, como o próprio nome diz, localizam-se em regiões tropicais do globo. É composta por árvores largas e altas, em um clima úmido e chuvoso, com grande riqueza animal e vegetal. A Amazônia é um exemplo.

Ao contrário das florestas temperadas, estas apresentam folhagem perene, isto é, a reconstituição das folhas acontece de forma individual, não ficando completamente "desnudada" em nenhuma época do ano.

Fontes: Espaço da Geografia e Cola da Web

Fernando Soares
Fernando Soares

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »