1 de agosto de 2013

O que é IDH?

IDH, o Índice de Desenvolvimento Humano, é um termo muito comum na geografia e muito utilizado aqui no Geografia Opinativa, porém, algumas pessoas ainda tem dúvida de quais são os quesitos utilizados para compor esta escala, como foi criado, enfim.

Quer ser o primeiro a receber nossas atualizações? Curta nossa página no Facebook. Muito obrigado 😀

Este indicador social foi pensado primeiramente em 1990, pelo economista paquistanês Mahbub ul Haq, que tinha por objetivo desviar a atenção dos países unicamente a economia e no PIB e começar a focar também na qualidade de vida das pessoas.

Ao lado de Amartya Sen, Haq conseguiu traduzir a qualidade de vida e o bem-estar social em um índice. Desde 1993, o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) usa o IDH no seu relatório anual.

Resumindo, a escala é compostas de 3 pilares básicos: educação, expectativa de vida (saúde) e renda. A partir destes três quesitos, é atribuída, depois de um cálculo complexo, uma “nota” de 0,000 a 1,000, deste número, então, que temos o índice final.

IDHM

Algo que teve amplo destaque na mídia nos últimos dias foi a divulgação do Atlas Brasil 2013, realizado pelo PNUD, que mostrou o IDH (qualidade de vida) dos municípios brasileiros, levando em conta os pilares acima citados. São Caetano do Sul (SP) foi a cidade com maior índice geral, seguida por Águas de São Pedro (SP) e Florianópolis (SC). Houve ainda uma avaliação muito otimista sobre o avanço dos índices sociais no Brasil, principalmente se comparado com a década de 1990, porém a educação ainda puxa para baixo esta evolução, sendo o pior dos três quesitos na maioria das cidades. Melgaço (PA) e Fernando Falcão (MA) foram os dois piores municípios do Brasil.

Classificado como:

Deixe uma resposta