PIGS, PIIGS e PIIGGS - O grupo de países "porcos" da Europa


Não é de hoje que o continente europeu está passando por uma dura e longa crise financeira. Esta dificuldade em sair deste entrave econômico tem trazido muitos problemas para quase todos os países da Europa, como o desemprego, aumento da população abaixo da linha da pobreza, inflação, entre outros.

Em meio a este cenário, a imprensa britânica criou um termo muito popular para designar a economia dos principais países atingidos pela crise, pelo menos naquela época.

É aí que surge o PIGS (porcos, em inglês) que nada mais é do que este popular grupo de nações estremecidas pela crise, são elas: Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha (Portugal, Ireland, Greece and Spain).


A partir desta popularização, o termo começou a ganhar destaque entre os principais jornais de economia do mundo, tornando-se uma expressão comum nesta designação.

Foi a partir do ano de 2011 que o acrônimo ganhou um novo integrante. De PIGS, começou-se a usar o nome PIIGS, com e adição de mais um I, referindo-se a Itália, que também passara por um grande problema econômico.

A partir daí o termo começou a conhecer novas flexões, como é o caso do PIIGGS (com a adição da Grã-Bretanha) e também o STUPIDs, grupo de viria a incluir além de Espanha, Portugal, Irlanda (em alguns casos a Itália) e Grã-Bretanha, também a Turquia e a cidade de Dubai. Este grupo de regiões sofreriam um "efeito dominó" com a falência da Grécia, talvez o país com os maiores obstáculos entre a Zona do Euro.





Fernando Soares
Fernando Soares

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »