Economia da Região Nordeste


A Região Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) detém atualmente a terceira maior economia do Brasil, apenas atrás das regiões Sul e Sudeste. Nos últimos tempos, ela passou por um crescimento gigantesco, sendo a região que mais destacou-se dentro do nosso país. Só o PIB do Nordeste cresceu 3% em 2012, muito mais que o do Brasil inteiro.

Boa parte da população do Brasil vive nesta região, que mostra boa desenvoltura nos três setores. Temos ainda como destaque o turismo, a agricultura, extrativismo e o desenvolvimento da indústria.

SETOR PRIMÁRIO

Na agricultura, a região nordeste destaca-se pela cultura de cana-de-açúcar, onde já foi dominante durante os séculos XVI e XVII. A produção de etanol e açúcar tem maior força nos estados de Alagoas, Pernambuco e Paraíba. Entre outros plantios, temos destaque também ao algodão, soja, caju e outras frutas tropicais como a banana e a goiaba. A irregularidade das chuvas impede a cultura de outros produtos, com exceção as áreas mais alagadas do Meio Norte, no oeste do Maranhão, em área Amazônica, onde planta-se arroz próximo a áreas alagadas pelos rios da região.


Na pecuária destaca-se a criação de caprinos facilmente adaptados ao clima do lugar. A região nordeste é rica em petróleo: são os segundos no ranking de produtores nacionais. É comum a extração pela costa marítima da região, Camaçari (BA) é um importante polo petroquímico do Brasil. Rio Grande do Norte e Pernambuco, são responsáveis por mais de 90% da produção nacional de sal marinho e gesso, respectivamente. Na pesca o camarão é o principal produto.

SETOR SECUNDÁRIO

A indústria da região nordeste vem crescendo muito nos últimos tempos. Um exemplo é o Complexo Industrial Portuário de Suape, a também o já citado Pólo Petroquímico de Camaçari, o maior do hemisfério sul. Entre as empresas instaladas na região, temos grandes montadoras automobilísticas estrangeiras, além da Odebrecht, uma gigante do ramo petroquímico.

Também podemos citar Centro Industrial de Aratu, também na Bahia, que concentra empresas do ramo têxtil, químico, calçadista, metalúrgico, entre outros.

SETOR TERCIÁRIO

O turismo continua sendo um grande impulsionador na economia do nordeste. As praias do extenso litoral são uma grande atração, isso sem falar das belezas das cidades históricas e também no carnaval de Recife/Olinda e Salvador. A Costa do Sauípe, por exemplo, a qual foi a sede do sorteio dos grupos da Copa de 2014, conta com uma grande arena para o Tênis, recebendo até o Aberto de Tênis do Brasil.

Temos também uma grande rede de Shoppings, entre os quais encontram-se alguns dos maiores do país. O Porto Digital, em Recife, é um grande polo de criação de softwares, além do polo tecnológico de Campina Grande.





Fernando Soares
Fernando Soares

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »