Ucrânia: um país dividido

Nas últimas semanas temos acompanhado nos noticiários a grande crise que tem acontecido na Ucrânia. Este país do leste europeu vive uma verdadeira divisão: de um lado a UE e o ocidente, que não poupam esforços para trazer o país para a integração político-econômica da Europa, aumentando as ligações entre os ucranianos e a União Europeia. 

Já do outro lado temos a Rússia, país com grande ligação cultural com a ex-república soviética. A Ucrânia sempre teve um passado de submissão a mãe Rússia. Em outras palavras, desde a dissolução da União Soviética, os ucranianos trilharam sempre os passos do grande vizinho do leste.

COMO TUDO COMEÇOU

Em um ambiente de interligação econômica, a Ucrânia estava a passos de um acordo de integração com a União Europeia. Porém, o então presidente ucraniano Viktor Yanukovich, decidiu a favor do governo russo contra a fixação do acordo.



Após isso, uma série de revoltas tomaram conta do país, principalmente na parte oeste, que tem como centro a cidade de Kiev. O governo impôs duras medidas contra tais protestos, o que acarretou em uma grande onda de violências. Acordos foram feitos para acelerar uma nova eleição, porém a deposição de Yanukovich acabou acontecendo.

O LADO PRÓ-RÚSSIA

Se por um lado, a saída do presidente e o estabelecimento de um governo que pende para o lado ocidental do planeta, outra parte da Ucrânia, a leste, com sede em Donetsk, viu tudo aquilo como um golpe de Estado contra os russos.

Esta parte do país é a que tem mais forte presença russa. O governo de Vladimir Putin, vendo os grandes interesses que têm na Ucrânia, entrou na briga, contestando a mudança do governo, antes um aliado, para agora um contra.

E A CRIMEIA?
Soldados na região da Crimeia
A Crimeia é uma península da Ucrânia que avança o Mar Negro. Esta região sempre teve ligação com a Rússia. Historicamente falando, com o fim do regime soviético, a península acabou sendo cedida a Ucrânia, no entanto, a frota militar russa deveria ter total controle pela área. Para os russos, a área é importantíssima para o escoamento da produção de gasodutos. Os russos são maioria na Crimeia.

------

A crise na Ucrânia é vista como um dos maiores entraves geopolíticos do nosso século. De um lado, a UE, do outro, a Rússia. Atualmente, este país do leste europeu está atordoado entre interesses externos. Em busca de uma saída, a divisão da Ucrânia parece ser uma das menos ilógicas. Mas uma saída diplomática é sempre uma boa solução.





Fernando Soares
Fernando Soares

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »