Estudo dos solos (I): definição e elementos formadores

A conservação dos solos é muito importante para diversas atividades humanas, como a agricultura e a pecuária. Assim, desde os primórdios da humanidade, o ser humano criou e aperfeiçoou técnicas relacionadas com seu uso, aproveitando a relação deste elemento do espaço geográfico com fenômenos como a cheia e a vazão dos rios ou as temporadas de chuva e seca em diversas regiões do globo.
Perfil de um solo. Por Дуброва Мария - Предоставлено автором для загрузки на Викисклад под свободной лицензией, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=3827875
Sabendo, então, da importância do solo na composição da paisagem natural, foi criada uma ciência, vertente da geografia física, centrada na análise e compreensão da formação, alteração e conservação do solo: a pedologia.

Definição

Se entende como solo a camada mais superficial da crosta terrestre, resultado da interação entre os processos erosivos da rocha-matriz e os acúmulos de matéria orgânica de origem animal e vegetal.

Porém, não é apenas a matéria orgânica a responsável pela formação de um solo. Na verdade, ele também depende de outras condições físicas, como disponibilidade de água e o clima, que serão discutidos abaixo.

Elementos formadores

Entre os elementos essenciais na formação de um solo, podemos destacar, além da existência de matéria orgânica, os minerais presentes na região em questão, a água e o ar.
Composição de um solo genérico. Fonte: Embrapa
Matéria orgânica - A existência de matéria orgânica é imprescindível para a formação de um solo por conta da formação do húmus, camada composta por minerais importantes no crescimento de novas plantas e na fertilidade do solo em geral. Esta importância é justificada pelo ciclo biogeoquímico de elementos químicos como o carbono, o nitrogênio e o fósforo e também pela necessidade da existência de micro-organismos vitais para a regulação de processos biológicos de várias espécies vegetais, por mutualismo ou relações semelhantes.


Minerais - Os minerais também são fundamentais, não só na composição do solo, mas também na determinação de suas características físicas. São eles, por exemplo, os responsáveis pelo nível de acidez e pela textura do solo que virá a se formar.

Ar - O crescimento de uma planta depende também da quantidade de oxigênio disponível nos poros do solo. Por isso, um solo fértil depende também de uma boa aeração.

Água - Elemento fundamental no processo de fotossíntese das plantas, processo em que um vegetal consegue sintetizar o próprio alimento, garantindo a ele moléculas de energia para suas atividades metabólicas. Este elemento está totalmente intrínseco a outros dois: o clima, já que as variações de umidade e temperatura influem totalmente na disponibilidade de água, e o relevo, que coordena sua movimentação e, consequentemente, seu acúmulo.

Estudo dos solos (I): Definição e elementos formadores (Atual)
Estudo dos solos (II): Perfil e classificações básicas
Estudo dos solos (III): Classificação dos solos brasileiros
Estudo dos solos (IV): Consequências do uso indevido do solo
Estudo dos solos (V): Técnicas para conservação do solo 

Fernando Soares
Fernando Soares

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »