Olimpíadas em mapas e tabelas

Ontem foram abertos os 31º Jogos Olímpicos da Era Moderna, realizados na cidade do Rio de Janeiro, primeira Olimpíada em solos sul-americanos. Antes da cidade maravilhosa, porém, diversas outras cidades sediaram o evento. Entrando no clima olímpico, o Geografia Opinativa separou uma pequena análise sobre este grande espetáculo esportivo através das décadas, explicados através de mapas e tabelas.

Países e cidades-sede

Países que receberam as Olimpíadas na Era Moderna. Clique para ampliar
Como visto no mapa acima, América do Norte e Europa são os continentes predominantes. Ao todo, já foram realizadas 6 Olimpíadas na América do Norte (4 nos EUA - país que mais vezes sediou os Jogos), 1 no Canadá e 1 no México) e 17 na Europa (Reino Unido - 3, Grécia - 3, Alemanha e França - 2 e Bélgica, Espanha, Finlândia, Itália, Holanda, Rússia e Suécia - 1). O continente asiático recebeu três Jogos (China, Japão e Coreia do Sul, uma Olimpíada cada), se preparando para receber seu quarto, em Tóquio, 2020. A Oceania já foi sede duas vezes, ambas na Austrália. Já a América do Sul, recebe, pela primeira vez os Jogos, no Rio, em 2016.

África e América Central nunca foram sede de uma Olimpíada.

Veja a Tabela:

Entre as cidades-sede, apenas duas receberam os Jogos três vezes: Londres (1908, 1948, 2002) e Atenas (1896, 1906 e 2004). Outras duas cidades foram sedes olímpicas duas vezes: Paris (1900 e 1924) e Los Angeles (1932 e 1984). Tóquio se juntará a este grupo a partir de 2020, visto que já sediou uma Olimpíada de Verão em 1964. As demais cidades foram sede apenas uma vez.
Sedes Olímpicas. Clique para ampliar
Veja abaixo a lista de cidades-sede, o país com o maior número de medalhas e o ano de realização dos Jogos:

Como curiosidade, nenhum país de maioria islâmica chegou a sediar as Olimpíadas. Istambul, na Turquia, poderia ser a primeira a realizar este feito, porém, acabou perdendo os Jogos de 2020 para Tóquio por 60 votos a 36.

Quadro de Medalhas

Quando levamos em conta a liderança no quadro de medalhas, os EUA aparecem na liderança. Foram 16 Olimpíadas como os maiores vencedores dentre todas as nações. O segundo lugar fica com a União Soviética, com 6 lideranças, a França, com duas, e a Alemanha, a China e a CEI (Comunidade dos Estados Independentes), com uma cada.



Quando levamos em conta o período da Guerra Fria, entre 1952 (ano de entrada da URSS nas Olimpíadas) e 1990, vemos uma nítida polarização entre União Soviética e Estados Unidos. Neste período, os soviéticos conquistaram a liderança no quadro de medalhas seis vezes, enquanto os americanos fizeram o mesmo em quatro.
Olimpíadas disputadas no período de Guerra Fria
Com exceção dos Jogos de 1980, em Moscou, boicotados pelos americanos, e de 1984, boicotados pelos soviéticos, todas as outras Olimpíadas tiveram União Soviética e EUA entre os três primeiros no quadro geral de medalhas.

Quando analisamos a trajetória brasileira, percebemos que o país fazia, inicialmente, participações bastante tímidas. A partir de 1996, em Atlanta, porém, o Brasil vem conseguindo sempre mais que 10 medalhas. Em números absolutos, a melhor participação brasileira foi em Londres, com 17 medalhas. Levando em conta os ouros conquistados (classificação usual), a melhor participação foi em Atenas, com 5 medalhas douradas. 

E o que esperar dos Jogos do Rio? A meta do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), é chegar entre os 10 melhores países em número total de medalhas, com 23 ou 24 pódios ao todo. Comente abaixo suas expectativas!




Fernando Soares
Fernando Soares

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »