Aquíferos livres e confinados


Os aquíferos são importantíssimos reservatórios naturais de água. Através da chuva, o solo permeável abastece espaços abertos entre rochas capazes de reter e absorver água. Os aquíferos são responsáveis pelas nascentes de lagos e rios, muito úteis para atividade humana.

Entre suas características, podemos dividir os aquíferos em livres e confinados.

AQUÍFEROS LIVRES

Também chamados de aquíferos freáticos, os aquíferos livres geralmente localizam-se mais próximos da superfície, sendo assim são de mais fácil acesso humano, mas também sofrem mais a contaminação. Outra característica é o fato de que parte "vazia" de água deste tipo de reservatório localiza-se a mesma pressão da atmosfera.


A base deste tipo de aquífero é coberta por uma rocha permeável ou semi-permeável, o que impede a vazão do recurso hídrico.

AQUÍFERO CONFINADO

Este tipo de aquífero, também chamado de artesiano, localiza-se bem abaixo da superfície, contando com uma pressão bem alta se comparada com a da atmosfera, isto por que geralmente um aquífero confinado é também recoberto por cima por uma rocha impermeável, o que viabiliza seu abastecimento pelas laterais.

A extração da água deste tipo de reservatório ocorre pelo chamado "furo repuxante". Por conta de sua grande pressão, a água sobe pelo furo artesiano que é feito para extração até a superfície piezométrica, onde, em forma de repuxo, é extraída.

Fonte: Info Escola





Fernando Soares
Fernando Soares

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »