Rússia – Características gerais, clima, relevo, vegetação e hidrografia

Bandeira da Rússia

Bandeira da Rússia

Características gerais

Capital: Moscou;
Área: 17,12 milhões de km²;
Moeda: Rublo;
População: 142,9 milhões de habitantes (2011);
Densidade Demográfica: 8,3 hab./km²;
PIB: 1,324 trilhões;
Idioma: Russo.

Clima

A Rússia apresenta, por sua grande extensão territorial, uma grande porção de terras distantes dos oceanos, sofrendo uma influência nula ou quase nula da maritimidade. Devido a isto, seu clima pode ser classificado como continental¹, transicionando para um clima glacial no extremo norte.

Estando o país em sua maior parte em latitudes muito elevadas, os invernos costumam ser muito rigorosos. Em São Petersburgo, os invernos chegam facilmente a -30ºC, enquanto chegam a -40ºC em Yakutsk.

O clima fica mais ameno na região entre o Mar Negro e o Cáucaso, no sudoeste do país, onde a latitude é menor que 50º.

A região de Vladivostok, ainda que em latitude mais baixa que o restante do país, tem invernos frios graças ao impedimento da chegada de ventos pelo relevo.

As elevações a leste e a sul impedem a influência dos oceanos Índico e Pacífico nas regiões mais próximas ao mar. Esta influência fica estrita aos oceanos Atlântico e Ártico.

Relevo

O relevo russo pode ser dividido em dois compartimentos principais: um oeste, marcado por planícies, e um leste, caracterizado por altas montanhas. Os dois compartimentos são divididos pelo Rio Ienissei.

Relevo russo

Relevo Russo. Por Philippe Rekacewicz, Emmanuelle Bournay, UNEP/GRID-Arendal (https://www.grida.no/resources/5364)

O compartimento oeste é constituído por duas grandes planícies: a Planície Russa, que se estende do extremo oeste russo até os Montes Urais à leste, e até o Cáucaso ao sul, e a Planície Siberiana Ocidental, que se inicia nos Montes Urais até o Rio Ienissei.

A maior parte da topografia da Planície Russa não chega aos 200 metros. A exceção fica com uma região circundante à cidade de Moscou. Já a Planície Siberiana Ocidental só supera os 200 metros em sua porção sul, estando a maior parte da sua área abaixo dos 100 metros.

Estas duas grandes planícies são cortadas ao meio pelos Montes Urais, uma cadeia de baixas montanhas (de 400 a 500 metros médios, chegando a 1.895 metros no Monte Narodnaya) que se estende em sentido norte-sul.

O compartimento leste é dominado pelo Platô da Sibéria Central, onde as altitudes variam em sua maioria entre 300 e 700 metros. Este planalto é circundado ao sul e à leste por montanhas, que impedem a ação dos oceanos Índico e Pacífico sobre o território russo.

Vegetação

A Rússia apresenta uma variação mais ou menos uniforme da vegetação conforme se varia a latitude, formando cinturões de biomas desde seu extremo oeste até o Rio Lena.

A leste desde rio, e também nas montanhas do sul, esta situação muda, pois a altitude, e não mais a latitude, passa a ser o principal fator na determinação biogeográfica.

No extremo norte, nas ilhas árticas, temos o predomínio de desertos gelados, constituídos de terras inférteis e neves perpétuas.

Adentrando o continente, o ambiente de tundra passa a dominar a paisagem. Se estende por uma faixa bastante estreita na região de planície, se ampliando até 500 km na região do platô siberiano. É um ambiente sem árvores, dominado por musgos e com solo congelado a maior parte do ano.

Ao sul da tundra, encontramos o ambiente da taiga, que é predominante em território russo, atingindo até latitudes abaixo dos 60ºN. No platô siberiano, este bioma ocupa quase todo território.

É um ambiente caracterizado pela presença de coníferas. Pode ser encontrado no bioma animais como esquilos e raposas.

Abaixo da latitude 60ºN, onde o clima é mais quente, os pinheiros da taiga dão lugar a espécies mais robustas, como o carvalho. O bioma predominante passa a ser a floresta temperada, ocupando uma faixa importante do sudoeste russo e se estreitando para leste.

É um bioma muito devastado pela agricultura.

Numa faixa que vai desde o sul da Ucrânia até o Cazaquistão, temos o aparecimento da estepe pôntica. Este bioma é caracterizado pelo predomínio de gramíneas.

Hidrografia

Os maiores rios russos cortam a Planície Siberiana e drenam para o Oceano Ártico. Por atravessarem grandes planícies, estes rios são calmos e úteis para navegação, exceto em períodos de congelamento. Em alguns pontos, ocorre a formação de pântanos.

Os principais rios que desaguam no ártico são o Ob (3.650 km) e o Ienissei (4.090 km), que correm nas planícies, e o Lena (4.400 km), já no Platô Siberiano.

Rio Ob

Rio Ob. Por Kmusser.

Rio Lena

Rio Lena. Por Kmusser.

Rio Ienissei

Rio Ienissei. Por Kmusser.

A bacia que drena para o Pacífico também tem relevância. O destaque é o Rio Amur (2.824 km), que desce as regiões montanhosas.

Rio Amur

Rio Amur. Por Kmusser.

Alguns rios do território russo também desaguam nos Mares Cáspio, Negro e Báltico. Dentre estes, destacam-se o Don (Mar Negro – 1.870 km) e o Volga (Mar Cáspio – 3.530 km), ambos com nascentes nas regiões elevadas nos arredores de Moscou.

O Rio Volga é o maior rio europeu e o mais importante da Rússia.

Rio Volga

Rio Volga

¹ Este tipo de clima é caracterizado pelas elevadas amplitudes térmicas. Sem a influência do mar, a variação de temperaturas é brusca.

Share

Meu nome é Fernando Soares de Jesus, natural de Imbituba/SC, estudante do curso de graduação em Geografia na UFSC e futuro geógrafo e professor. Criei este blog ainda no Ensino Médio, em meados de 2013, com o objetivo de compartilhar e democratizar o conhecimento geográfico, desde o campo físico até o campo humano, permitindo seu acesso de maneira clara e descomplicada.

5 Comments

  1. Alencar de Oliveira Reply

    Partabéns! O básico geral que eu queria saber sobre a geografia da Rússia muito bem exposto e explicado.
    Pergunta: A alta variabilidade, baixa confiabilidade da produção agrícola anual russa, é por causa desta grande amplitude térmica, desta falta de “amortecimento e regularização” climática por parte de oceanos circundantes, que lá não há? (não há o amortecimento)

  2. airton luis ereno farias Reply

    Bom dia. Soube que brasileiros descendentes de russos(velhos crentes) estão voltando para a russia, o governo esta oferecendo terras na região de Amur. que tipo de clima eles vão encontrar naquela região, me parece uma região com grandes florestas praticamente inabitada, a Russia ainda é um país com muito a se explorar ?

  3. CAROLINA CUIMAR Reply

    Onde esta a bibliografia? Preciso estudar a fundo este assunto e as fontes seriam de grande ajuda. Mas de qualquer forma estou agradecida, informações muito bem colocadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *