Elúvio, colúvio e aluvião

Elúvio, colúvio e aluvião são, basicamente, tipos de solos. Se diferenciam um do outro pela posição em uma encosta e pelo agente de transporte.

Em uma encosta, geralmente nas partes mais altas e mais planas, a água infiltra verticalmente, formando uma camada de manto de intemperismo espessa.

Aos poucos, observamos a formação de um solo no mesmo local onde a rocha-matriz estava localizada, com os horizontes mais profundos (especialmente o C), inclusive, mantendo a estrutura da rocha subjacente. Temos a formação de um elúvio, também conhecido por solo residual.

Por vezes, porém, o solo pode ser arrastado e depositado em um local diferente da sua formação. A este tipo de solo, dá-se o nome de solo transportado.

Os solos transportados se diferenciam conforme o agente de transporte. Quando for a gravidade, através de deslizamentos, por exemplo, dá-se o nome de colúvio. Quando, porém, o transporte for pela ação de rios, dá-se o nome de aluvião ou alúvio.

Elúvio e colúvio em uma vertente

Elúvio e colúvio em uma encosta

Share

Meu nome é Fernando Soares de Jesus, natural de Imbituba/SC, geógrafo pela Universidade Federal de Santa Catarina e mestrando na área de Desenvolvimento Regional e Urbano na mesma instituição. Criei este blog ainda no Ensino Médio, em meados de 2013, com o objetivo de compartilhar e democratizar o conhecimento geográfico, desde o campo físico até o campo humano, permitindo seu acesso de maneira clara e descomplicada.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *